7

LEITORES 30 MINUTOS COM UM ESTRANHO

LEITORES 30 MINUTOS COM UM ESTRANHO

26/10/2010

Escrivaninha!!!

Leia você também os artigos de Merari Tavares:


http://recantodasletras.uol.com.br/autores/meraritavares


http://recantodasletras.uol.com.br/escrivaninha/ebooks/index.php


Beijinhos,

Merari Tavares

De Amigo a Namorado

Amor, eu não sei, como tudo isso aconteceu
Você me envolveu, me fez acreditar
Que o único jeito era te amar.

Não sei o que aconteceu, mas meu antigo sentimento morreu
Meu passado se foi e agora nasceu algo resplandecente
Algo ardente, inexplicável.

O que você fez, não sei
Se magia, simpatia, dizer não sei
Só sei que algo mudou, algo enlouquecedor.

Por que fizeste isso?
Criastes tu uma chama nova
Chama esta, que incendiastes meu coração.

E agora, o que fazer?
Abrir ou fechar as portas do meu coração?
Dar chances a uma nova paixão?

Pensando bem, mereceis, pois tu, criatura mais bela
Conquistastes meu coração
E me chantageastes com teus poemas.

Ora, seria eu injusta não lhe dar um chance!
Agora pois te digo:
Que verdadeiramente, eu te amo!!!

by Merari Tavares

Adolescência Rebelde

Eu sou a Paty mais conhecida como Pyo.
Sempre fui uma pessoa complicada. Minha vida nunca foi fácil e eu já fui várias pessoas em uma só.
Acho que vocês não estão entendendo nada né?!
Mais vou tentar explicar.
Eu era a melhor em tudo que eu fazia, até que veio a fase da adolescência e eu mudei muito. Tornei-me uma pessoa rebelde e mal educada por várias vezes fiz meu pai e minha mãe chorarem e se preocuparem comigo.
Tive vários tipos de amigos e vários tipos de experiência também.
Quando tinha 15 anos entrei em depressão e veio a segunda fase da minha vida.
Eu não queria saber de ninguém e para me esconder comecei a fantasiar coisas e vidas que eu não tinha.
Acabei ficando sem amigos e ninguém queria mais ver a mim ou sair comigo. Todos me abandonaram ou eu acabei abandonando todos. Isso eu ñ sei!
Só uma pessoa me entendia e me ajudava em tudo!
Meu irmão era quem sempre me dava forças, fingia que acreditava em mim ou as vezes me jogava a verdade na cara para que eu aprendesse. Ele era o máximo. Para meus pais era o filho perfeito...
Era ótimo aluno, campeão em lutas de defesa pessoal. Eu, particularmente nunca o vi lutar, mas sabia que ele era o melhor. Tocava violão como ninguém, além de compor músicas e desenhar muito bem.
Não tinha uma pessoa que eu admirasse mais que ele
Eu acabei saindo da depressão no ano de 2007 e recomecei a vida.
Formei-me e entrei na facul de direito no dia 04/04/09.
Casei-me com o melhor amigo do meu irmão e estava sendo a pessoa mais feliz do mundo, tudo estava perfeito: meus pais haviam me perdoado por tudo que eu fiz, meu irmão estava namorando uma menina show e continuava treinando.
E eu havia me casado com o único homem que amei nos meus 21 anos de vida.
Só que no dia 14/04/09 aconteceu uma coisa sem explicação. Uma tragédia, um desastre um tiro... É, um tiro interrompeu a vida de glórias e de felicidade que meu irmão tinha pela frente.
Sabe qual é o pior? O tiro foi disparado pelas mãos dele próprio.
Nesse maldito dia às 16h00min da tarde após ter falado comigo e termos zuado um com o outro eu deixei meu irmão em casa e fui até a minha.
Atravessei o quintal, entrei em casa, liguei para o meu marido, acendi meu cigarro, sentei na cama e escutei o barulho mais doloroso que meus ouvidos podiam ouvir. Um tiro... Um tiro de dentro da casa dos meus pais. Tiro que meu irmão deferiu contra a própria cabeça.
Sua morte foi imediata. Meu marido chegou em casa em menos de três minutos. Quando arrombou a porta era tarde demais. Meu irmão estava ali jogado ao chão, morto, sem vida, sem aquele sorriso que alegrava a todos. Apenas ali caído como se estivesse dormindo.
O meu desespero foi grande, mas como em um surto enxuguei as lágrimas e tomei conta de tudo.
Esperei meu irmão ser liberado do IML. Escolhi o caixão, o lugar que ele iria ser enterrado. Tudo, e não consegui derramar uma lágrima mais até hoje.
Meus pais estão levando a vida. Minha mãe está enlouquecendo. Meu pai finge ser forte, mas está extenuado por dentro.
O que ninguém consegue entender é porque essa resposta ele não nos deixou.
Ele era o melhor, alegre, amigo de todos, sempre teve tudo e não foi falta de amor, pois meus pais sempre o tiveram como o melhor da família.
Em alguns momentos eu penso que ele só esperou o meu casamento, esperou realizar a vontade que ele tinha de ver minha vida ter um rumo firme, ver-me feliz, casada com o Silvio, com minha casa, dando aos meus pais a alegria que eles mereciam.
Em outros momentos me culpo. Acho que eu deveria ter ficado em casa com ele, mas no fundo o que tem em meus pensamentos é nada mais que meros espaços vazios procurando em alguma frase dele, em algum gesto o porquê dessa atitude.

(Merari Tavares, 2009, Histórias da Vida)

Meu amigo que usava piercing

Minha história iniciou-se no início do Ano Letivo de 2007, onde eu conheci um garoto que usava piercing.
Logo de início não nos aproximamos. Na verdade, fomos manter contato mais para o final do ano, como por uma coincidência eu comecei a trabalhar na mesma loja que ele.
Eu o admirava pela forma em que ele encarava a vida.
Com o tempo, nos conhecemos melhor e nos tornamos grandes amigos. Tornamo-nos como irmãos.
Era uma amizade sincera, pura e verdadeira.
Muitas pessoas nos criticavam, pois não acreditavam que pudesse haver amizade entre um homem e uma mulher.
Quando chegávamos no serviço sabíamos quando o outro não estava bem e um consolava o outro.
Com essa amizade dávamos um jeito de nos encontramos todos os dias.
Passamos o natal juntos, naquele ano e passamos a tarde fazendo bons planos e votos para o futuro.
Mas... Não foi isso que o destino quis.
No novo ano, meu amigo realizou um grande sonho. Ele havia conseguido comprar a sua moto.
Eu fui a primeira pessoa a qual ele procurou para contar a novidade e a primeira a andar em sua moto.
Demos uma volta naquele dia e no dia seguinte demos outra. Mas...Quando ele chegou, percebi que ele estava com um semblante diferente. Ele estava triste...
Pensei em dizer alguma coisa, mas me calei, pois achei que pudesse ser algo com sua namorada.
Mais tarde, uma triste notícia nos chegou, pois uma curva molhada levara para sempre a pessoa a qual eu mais amava nesse mundo.
Não tive tempo de me despedir dele, mas sei, que hoje ele está lá em cima olhando por mim.
Quero que meu amigo saiba, que sempre será muito especial para mim.

Ass: Letícia

(Merari Tavares, 2009, Histórias da Vida)

Em Busca de uma Família Perfeita

Hoje resolvi contar a minha porque já não tenho com quem dividi-la.
Moro no Japão e com 15 anos, comecei a namorar e engravidei aos 18.
Mas... Minhas brigas eram muito freqüentes. Minha melhor amiga para ajudar foi e começou ter um caso com meu namorado.
Eu, inocentemente contava a ela tudo o que acontecia na minha casa.Amiga, modo de falar, pois quem tem uma amiga como essa não precisa nem de inimigos.Quando descobri, meu mundo caiu.
Mas... Mesmo grávida terminei tudo.Sofri, pois era meu sonho ser mãe e essas coisas que para alguns homem às vezes não tem importância, para mim tinha muito.
Sentia falta de um beijo em minha barriga, de conversar com meu bebê, enfim uma gravidez que sempre sonhava que para muitos não vale nada, mas que para mim tinha uma importância enorme.
Assim, resolvi terminar com o pai da minha filha. Passaram-se um ano e conheci um rapaz que aos meus olhos era perfeito: gostava da minha filha, tratava-me como uma rainha. Ficamos juntos durante seis meses e acabei engravidando novamente; só que eu não sabia que ele era casado e que sua esposa havia ido ao Brasil para ganhar bebê.
Quando fiquei sabendo da gravidez, fiquei feliz, mas ao mesmo tempo temia com a reação dele.
Liguei para ele dizendo que queria conversar com ele. Ele também disse que queria me contar algo muito importante.
Encontramos-nos e ele já estava frio comigo. Estranhei e perguntei o que era.
-Fala você primeiro! – ele falou.
- Estou grávida.
Ao dar essa notícia, vi nos olhos dele a resposta “o que foi que eu fiz.”.
Ele não falou nada. Simplesmente falou para mim:
- Sou casado! Minha esposa chega amanha.
- Como assim? – perguntei sem entender.
Ele me explicou com muita raiva o deixei falando sozinho. Chorei bastante, a primeira coisa que passou na minha cabeça, foi abortar.
Mas... Com a graça de Deus, minha família me apoiou e disse que me ajudaria cria-lo.
Depois que o neném nasceu ele me procurou dizendo que havia contado para sua esposa e que ela não o queria. Ele falou para nós voltarmos.
Nem respondi, simplesmente desliguei o telefone.Eu ainda estava apaixonada por ele, mas consegui ser forte e firme na minha decisão.
Dois anos depois curti muito. Comecei a viver uma vida totalmente diferente, que até então eu achava que não existia.
Não conseguia me apaixonar e nem gostar de ninguém. Tinha me tornado fria... Até que conheci um homem dez anos mais velho do que eu.
Acabei ficando com ele. E este me convenceu pela persistência e claro, pela reciprocidade do amor com meus filhos... Meus filhos até o chama de papai. A mais velha sabe que é papai só do coração. O meu filho não. Tento explicar que o papai dele é outro, mas não tem jeito.
Enfim, depois de quase um ano e meio resolvemos morarmos juntos.
Começaram as brigas... “Não podia fazer isso, não podia usar aquilo, não podia falar com fulano...”.
Brigávamos praticamente todos os dias, mas eu queria muito que desse certo. Insistia e persistia na relação.
Até que maneramos nas brigas, mas não durou muito tempo para as brigas se tornarem e ele ficar muito ciumento.
Resolvi dar um basta com oito meses morando juntos.
Arrumei minhas coisas e voltei a morar com meus pais.
Com três semanas descubro que estou grávida. Novamente minha casa caiu.
Contei para ele e ele ficou muito feliz. Pediu uma nova chance e eu aceitei.
Voltamos. Duraram três meses para voltarem as brigas.
A implicância era porque eu não engordava, achava que fazia regime (absurdo).Ele queria que ficasse enorme,cheia de estria, assim ninguém mas olharia para mim.
Só que caiu do cavalo porque em todas as minhas gravidezes eu engordo só o necessário (e olha que eu comia );dizia que se o neném nascesse com problema, a culpa seria minha(pessoa doente).
Eu com oito meses. Ele me perde o emprego, mas ficou até o final da minha gravidez comigo. Ficamos em paz, as coisas começaram a mudar.
O nenê nasceu lindo e saudável para mim estava tudo bem até os dez dias da vida do neném.
Nossa, estava me sentido que estava como sempre sonhei. Uma família em paz.
Arrumei emprego para ele, mas pra que?
No primeiro pagamento se transformou. Não queria fazer mais nada.
Começaram as brigas serem mais constantes.
Começou a deixar faltar coisas dentro de casa, mas eu sempre ali para manter a família.
Acordava três vezes de madrugada para amamentar meu bebê. Já fazia comida para ele seis horas da manhã para ele levar.
Muito cansativo, para depois ele me falar que tudo o que faço não passa de uma obrigação minha.
Arrumei minhas coisas enquanto ele trabalhava e voltei para a casa dos meus pais, que graças a Deus sempre me ajudaram e me apoiaram.
Com tudo isso, perdi contatos com minhas amigas. Não tenho com quem conversar.
Hoje estou aqui com 26 anos nessa vida, com três filhos de pais diferentes.
Vejo isso como uma vergonha. Amo meus filhos demais; acho que se não fosse eles não teria agüentado tanto chumbo.
Estou eu aqui sofrendo por uma pessoa que não merece. Mas... Mantendo-me firme, para não procurá-lo.
Está sendo muito difícil... Choro todas as noites, mas vou superar!
É tão simples o que queria... Uma família feliz. Não precisava ser perfeita, mas que fosse feliz.

(Merari Tavares, 2009, Histórias da Vida)

Texto

"Tudo o que é novidade, dá texto."

by Merari Tavares

19/10/2010

Datas

" De que vale tantas datas decoradas, períodos históricos, tantos nomes...Se logo após a conclusão da escolaridade, não recordamos quase nada do que foi aprendido?!".

by Merari Tavares

Professores

"Por que há professores que ganham mais e outros que ganham menos?Simples, pois há professores mais valorizados e menos valorizados!"

by Merari Tavares

Conselhos Amorosos

1.(Apaixonada)Sempre que a gente conversa sobre nosso relacionamento, eu falo rindo, mas não tem nada a ver. Eu gosto dele e por mais que outros me assediem, eu o amo.

2.(Conselheira)Eu sei como é. Você tem que parar, respirar e analisar: você o ama? Por que está com ele? O que ele representa em sua vida?Se a maioria das respostas forem sim; sorria, pois isso é amor!
Quer fazer as pazes? Ligue para ele e faça surpresa; mande telemensagens , envie torpedos tipo: " minha boca está com saudades do mel da sua boca. Vamos fazer as pazes?".
Se o problema é o trabalho, exponha sua vida cotidiana, fale verazmente que o ama e que ele é importante em sua vida. Amigos são amigos, mas estes não ocupam e não substituem um lugar tão especial em sua vida.
Diga que ele é único! Ok?

3.(Apaixonada) Eu sei...Só que eu minto para não contar essas coisas para ele, mas ele fica cutucando até eu contar. Ele fica brav por ele perguntar e eu omitir.

4.(Conselheira) Abra o jogo: diga que você é humana, no entanto, possui defeitos. Diga a ele que você gostaria de ser perfeita. Prefere evitar discussões. Explique que se contardes sobre tudo, provocarás ciúmes e este arruinará a relação. O importante é ter confiança.

5.(Apaixonada) É verdade amiga. Hoje vou desculpar-me e dizer que eu o amo e que sempre irei cpntar a verdade.

6.(Conselheira) Então tá! Boa sorte para você!!!Viva a vida, aproveite para curtir, pois a vida pe uma caixa de surpresas!!!

by Merari Tavares

13/10/2010

E-BOOKS

http://recantodasletras.uol.com.br/autor_textos.php?id=81334&categoria=M

Diversas formas Geométricas de Enxergar a Realidade

Fazendo uma simples comparação entre as plantas e os seres humanos, verificamos que ambos possuem as mesmas necessidades como seres vivos, ou seja, necessitam de água, ar, luz, nutrição e calor. As células das plantas e as dos homens são parecidas e funcionam de forma semelhante. Entretanto, somente os vegetais possuem capacidade para captar a energia solar (luz) e transformá-la em energia química (alimento), por meio de um processo chamado fotossíntese.
Podemos observar que há diversas formas geométricas criadas, tanto nos pequenos detalhes, quanto nos grandes.
Uma planta não é constituída apenas por flores e folhas.
Esta, porém é composta por muitos outros conceitos. Tudo depende dos olhos de quem a vê.Olhando-a você não imagina o que está por trás dela, o que a compõe e o que a faz tornar-se tão bela. Para que ela formasse essa imagem, foi necessário pequenos detalhes, como: adubo, terra, pedras à sua volta, afim de incrementar sua beleza, entre diversos outros fatores.
Para mim, esta imagem acima pode criar um tipo de significado, uma visão diferente à de um pesquisador ou um biólogo, pois estes já trabalham nesta área e possuem informações mais profundas aos quais desconheço.
A mesma hipótese acontece com uma criança, se ela observar esta imagem, ela apenas visualizará um planta como as outras; ou seja, tudo depende da visão de cada observador e seu conhecimento de mundo.


by Merari Tavares

Conselhos Amorosos

Em primeiro momento falaremos sobre o significado do casamento. Qual seu intuito e por que as pessoas se casam?
A palavra casamento de acordo com seu significado é uma relação em que constitui unir duas pessoas; normalmente um homem e uma mulher. No entanto, o matrimônio é uma relação mais íntima, compartilhada pelo casal.
No princípio é tudo uma descoberta, é um mar-de-rosas. Tudo é novidade. Cada gesto, cada ação, cada demonstração de afeto possui um rico valor.
Nessa fase onde os casais geralmente se conhecem e estão a flor dos sentimentos, podemos chamar essa fase de amor romântico, pois nele predomina o romantismo e o amante não enxerga pontos negativos em seu cônjuge.
Já a outra fase, que denominamos de amor real, é a fase onde também há a existência do sentimento, mas este, um sentimento mais puro, forte e verdadeiro. Esse sentimento é o amor. Mas este é com um grau mais elevado de intensidade, porém o mais difícil, pois nele o casal enxerga os defeitos do outro, mas o ama apesar de possuí-los.
Enfim, qual a verdadeira finalidade de se casar? Será que em busca de constituir família? Adquirir bens materiais, uma aliança de ouro ou talvez até mesmo em busca da felicidade?!
Muitos casais vão em busca da prosperidade e por isso se casam.Uma pesquisa realizada diz que a renda da população casada é maior do que a população solteira.
Prova disto é o fato de que os solteiros por não constituir família e a renda salarial ser apenas para seu consumo, não se preocupam em evoluir-se, ou seja, não possuem um objetivo em mente a ser atingido.
O outro lado da população por optar por uma família, vive em busca do conhecimento a fim de administrar uma vida estável, permitindo assim um melhor futuro para sua geração.
Mas... Não penses que a vida de casal é tão bela, tão pouco perfeita.
Esta vida é cheia de “altos e baixos”. O cotidiano é bem corrido. A vida é bem diferente de uma vida solteira: casa, marido, filhos, trabalho, estudos, faxina... Enfim, é uma correria!!!
Entretando, ela pode ser a mais perfeita; desde que o casal não pense apenas em seu ego pessoal, pois se assim fizer, avida virará um verdadeiro pesadelo.
Para que haja prosperidade é necessário muitas vezes ceder. Amar demais o cônjuge; evitar discussões prolongadas, desejar sempre o bem do ente-querido.
Ao longo do tempo, a vida vira monotomia e além disso vem as provações, a instabilidade financeira... E é aí que o bicho pega. Muitos casais não conseguem ficar casados por muito tempo e aí lá se vai a regra “ casados até que a morte os separe”.
Muitos de nós nos cansamos de algumas roupas ou cores que usamos diariamente. Isso também ocorre na vida futura. Imagine-se casada com a mesma pessoa por quinze anos e esta usando a mesma cor de vestido.
Às vezes é preciso mudar e mudar para melhor!!!
Já pensastes em criar um novo visual, trocar a mobília da casa, fazer uma nova lua-de-mel ( sem os filhos, claro), pois estes tiram muitas das vezes a liberdade do casal.
Então, porquê não curtir a vida a dois? Já imaginastes reconquistando seu amor, com fizestes em outrora?
Estes meios servem para renovar o relacionamento criando vínculos mais intensos, fazendo do momento uma grande expectativa, uma novidade. Nesse intermédio tudo renasce, floresce e aquilo que tornara-se monotomia, passa-se a ser um ego satisfatório e positivo, pois o casal vivencia uma renovação de conquistas, criatividades, planos e surpresas.
E o principal: como se fosse cúmplice de um divórcio, a vida é renovada, portanto é carregado consigo os filhos do casamento passado mais os vindouros. A melhor parte? Essa carrega toda a pensão do passado.
Enfim, casamento é a luta pela convivência; o percurso que se souber dosar ciúmes, amigos, trabalho, parte financeira, estudos, filhos e muitos outros nos leva ao caminho da felicidade.

by Merari Tavares

Casamento

Em primeiro momento falaremos sobre o significado do casamento. Qual seu intuito e por que as pessoas se casam?
A palavra casamento de acordo com seu significado é uma relação em que constitui unir duas pessoas; normalmente um homem e uma mulher. No entanto, o matrimônio é uma relação mais íntima, compartilhada pelo casal.
No princípio é tudo uma descoberta, é um mar-de-rosas. Tudo é novidade. Cada gesto, cada ação, cada demonstração de afeto possui um rico valor.
Nessa fase onde os casais geralmente se conhecem e estão a flor dos sentimentos, podemos chamar essa fase de amor romântico, pois nele predomina o romantismo e o amante não enxerga pontos negativos em seu cônjuge.
Já a outra fase, que denominamos de amor real, é a fase onde também há a existência do sentimento, mas este, um sentimento mais puro, forte e verdadeiro. Esse sentimento é o amor. Mas este é com um grau mais elevado de intensidade, porém o mais difícil, pois nele o casal enxerga os defeitos do outro, mas o ama apesar de possuí-los.
Enfim, qual a verdadeira finalidade de se casar? Será que em busca de constituir família? Adquirir bens materiais, uma aliança de ouro ou talvez até mesmo em busca da felicidade?!
Muitos casais vão em busca da prosperidade e por isso se casam.Uma pesquisa realizada diz que a renda da população casada é maior do que a população solteira.
Prova disto é o fato de que os solteiros por não constituir família e a renda salarial ser apenas para seu consumo, não se preocupam em evoluir-se, ou seja, não possuem um objetivo em mente a ser atingido.
O outro lado da população por optar por uma família, vive em busca do conhecimento a fim de administrar uma vida estável, permitindo assim um melhor futuro para sua geração.
Mas... Não penses que a vida de casal é tão bela, tão pouco perfeita.
Esta vida é cheia de “altos e baixos”. O cotidiano é bem corrido. A vida é bem diferente de uma vida solteira: casa, marido, filhos, trabalho, estudos, faxina... Enfim, é uma correria!!!
Entretando, ela pode ser a mais perfeita; desde que o casal não pense apenas em seu ego pessoal, pois se assim fizer, avida virará um verdadeiro pesadelo.
Para que haja prosperidade é necessário muitas vezes ceder. Amar demais o cônjuge; evitar discussões prolongadas, desejar sempre o bem do ente-querido.
Ao longo do tempo, a vida vira monotomia e além disso vem as provações, a instabilidade financeira... E é aí que o bicho pega. Muitos casais não conseguem ficar casados por muito tempo e aí lá se vai a regra “ casados até que a morte os separe”.
Muitos de nós nos cansamos de algumas roupas ou cores que usamos diariamente. Isso também ocorre na vida futura. Imagine-se casada com a mesma pessoa por quinze anos e esta usando a mesma cor de vestido.
Às vezes é preciso mudar e mudar para melhor!!!
Já pensastes em criar um novo visual, trocar a mobília da casa, fazer uma nova lua-de-mel ( sem os filhos, claro), pois estes tiram muitas das vezes a liberdade do casal.
Então, porquê não curtir a vida a dois? Já imaginastes reconquistando seu amor, com fizestes em outrora?
Estes meios servem para renovar o relacionamento criando vínculos mais intensos, fazendo do momento uma grande expectativa, uma novidade. Nesse intermédio tudo renasce, floresce e aquilo que tornara-se monotomia, passa-se a ser um ego satisfatório e positivo, pois o casal vivencia uma renovação de conquistas, criatividades, planos e surpresas.
E o principal: como se fosse cúmplice de um divórcio, a vida é renovada, portanto é carregado consigo os filhos do casamento passado mais os vindouros. A melhor parte? Essa carrega toda a pensão do passado.
Enfim, casamento é a luta pela convivência; o percurso que se souber dosar ciúmes, amigos, trabalho, parte financeira, estudos, filhos e muitos outros nos leva ao caminho da felicidade.

by Merari Tavares

Mente Humana

"Não há mente humana que sirva como verdade universal."

Frases

http://recantodasletras.uol.com.br/autor_textos.php?id=81334&categoria=H
Desenvolvido por: Cantinho Kawaii | Base de Menu: Mundo Blogger | Cabeçalho: Elaine Gaspareto.