7

LEITORES 30 MINUTOS COM UM ESTRANHO

LEITORES 30 MINUTOS COM UM ESTRANHO

13/10/2010

Conselhos Amorosos

Em primeiro momento falaremos sobre o significado do casamento. Qual seu intuito e por que as pessoas se casam?
A palavra casamento de acordo com seu significado é uma relação em que constitui unir duas pessoas; normalmente um homem e uma mulher. No entanto, o matrimônio é uma relação mais íntima, compartilhada pelo casal.
No princípio é tudo uma descoberta, é um mar-de-rosas. Tudo é novidade. Cada gesto, cada ação, cada demonstração de afeto possui um rico valor.
Nessa fase onde os casais geralmente se conhecem e estão a flor dos sentimentos, podemos chamar essa fase de amor romântico, pois nele predomina o romantismo e o amante não enxerga pontos negativos em seu cônjuge.
Já a outra fase, que denominamos de amor real, é a fase onde também há a existência do sentimento, mas este, um sentimento mais puro, forte e verdadeiro. Esse sentimento é o amor. Mas este é com um grau mais elevado de intensidade, porém o mais difícil, pois nele o casal enxerga os defeitos do outro, mas o ama apesar de possuí-los.
Enfim, qual a verdadeira finalidade de se casar? Será que em busca de constituir família? Adquirir bens materiais, uma aliança de ouro ou talvez até mesmo em busca da felicidade?!
Muitos casais vão em busca da prosperidade e por isso se casam.Uma pesquisa realizada diz que a renda da população casada é maior do que a população solteira.
Prova disto é o fato de que os solteiros por não constituir família e a renda salarial ser apenas para seu consumo, não se preocupam em evoluir-se, ou seja, não possuem um objetivo em mente a ser atingido.
O outro lado da população por optar por uma família, vive em busca do conhecimento a fim de administrar uma vida estável, permitindo assim um melhor futuro para sua geração.
Mas... Não penses que a vida de casal é tão bela, tão pouco perfeita.
Esta vida é cheia de “altos e baixos”. O cotidiano é bem corrido. A vida é bem diferente de uma vida solteira: casa, marido, filhos, trabalho, estudos, faxina... Enfim, é uma correria!!!
Entretando, ela pode ser a mais perfeita; desde que o casal não pense apenas em seu ego pessoal, pois se assim fizer, avida virará um verdadeiro pesadelo.
Para que haja prosperidade é necessário muitas vezes ceder. Amar demais o cônjuge; evitar discussões prolongadas, desejar sempre o bem do ente-querido.
Ao longo do tempo, a vida vira monotomia e além disso vem as provações, a instabilidade financeira... E é aí que o bicho pega. Muitos casais não conseguem ficar casados por muito tempo e aí lá se vai a regra “ casados até que a morte os separe”.
Muitos de nós nos cansamos de algumas roupas ou cores que usamos diariamente. Isso também ocorre na vida futura. Imagine-se casada com a mesma pessoa por quinze anos e esta usando a mesma cor de vestido.
Às vezes é preciso mudar e mudar para melhor!!!
Já pensastes em criar um novo visual, trocar a mobília da casa, fazer uma nova lua-de-mel ( sem os filhos, claro), pois estes tiram muitas das vezes a liberdade do casal.
Então, porquê não curtir a vida a dois? Já imaginastes reconquistando seu amor, com fizestes em outrora?
Estes meios servem para renovar o relacionamento criando vínculos mais intensos, fazendo do momento uma grande expectativa, uma novidade. Nesse intermédio tudo renasce, floresce e aquilo que tornara-se monotomia, passa-se a ser um ego satisfatório e positivo, pois o casal vivencia uma renovação de conquistas, criatividades, planos e surpresas.
E o principal: como se fosse cúmplice de um divórcio, a vida é renovada, portanto é carregado consigo os filhos do casamento passado mais os vindouros. A melhor parte? Essa carrega toda a pensão do passado.
Enfim, casamento é a luta pela convivência; o percurso que se souber dosar ciúmes, amigos, trabalho, parte financeira, estudos, filhos e muitos outros nos leva ao caminho da felicidade.

by Merari Tavares
Desenvolvido por: Cantinho Kawaii | Base de Menu: Mundo Blogger | Cabeçalho: Elaine Gaspareto.