7

LEITORES 30 MINUTOS COM UM ESTRANHO

LEITORES 30 MINUTOS COM UM ESTRANHO

13/10/2010

Casamento



Fonte: Google

Você sabe qual o real significado da palavra casamento? Qual seu intuito e por que as pessoas se casam?
A palavra casamento, de acordo com seu significado, é uma relação em que constitui unir duas pessoas.. No entanto, o matrimônio é uma relação mais íntima, compartilhada pelo casal.
No princípio é tudo uma descoberta, é um mar de rosas. Tudo é novidade. Cada gesto, cada ação, cada demonstração de afeto possui um rico valor. É nessa fase em que os casais geralmente se conhecem e os sentimentos se afloram; podemos chamar essa fase de amor romântico, pois nele predomina o romantismo e o amante não enxerga pontos negativos em seu cônjuge.

Já a outra fase, que denominamos de amor real, é a fase em que também há a existência do sentimento, mas este, um sentimento mais puro, forte e verdadeiro. Esse sentimento é o amor. Mas este é com um grau mais elevado de intensidade, porém o mais difícil, pois nele o casal enxerga os defeitos do outro, mas o ama apesar de possuí-los.
Enfim, qual a verdadeira finalidade de se casar? Será que em busca de constituir família? Adquirir bens materiais, uma aliança de ouro ou talvez até mesmo em busca da felicidade?
Muitos casais procuram a prosperidade e estabilidade e por isso se casam. Uma pesquisa realizada diz que a renda da população casada é maior do que a população solteira. Prova disto é o fato de que alguns solteiros, por não constituir família e a renda salarial ser apenas para seu consumo, não se preocupam em evoluir-se, ou seja, não possuem um objetivo em mente a ser atingido.
O outro lado da população por optar por uma família, vive em busca do conhecimento a fim de administrar uma vida estável, permitindo assim um melhor futuro para sua geração.
Mas... Não pense que a vida de casal é tão bela, tão pouco perfeita. Esta vida é cheia de “altos e baixos”. O cotidiano é bem corrido. A vida é bem diferente de uma vida solteira: casa, marido, filhos, trabalho, estudos, faxina... Enfim, é uma correria!!!
Entretanto, ela pode ser a mais perfeita, desde que o casal não pense apenas em seu ego pessoal, pois se assim fizer, a vida virará um verdadeiro pesadelo. Para que haja prosperidade é necessário muitas vezes ceder. Amar o cônjuge de puro e sincero coração; evitar discussões prolongadas, desejar sempre o bem do ente-querido.
Ao longo do tempo, a vida vira monotonia e, além disso, vem as provações, a instabilidade financeira... E é aí que o bicho pega. Muitos casais não conseguem ficar casados por muito tempo e aí lá se vai a regra “casados até que a morte os separe”.
Muitos de nós nos cansamos de algumas roupas ou cores que usamos diariamente. Isso também ocorre na vida futura. Imagine-se casada com a mesma pessoa por quinze anos em que ela está usando a mesma cor de vestido. Às vezes é preciso mudar e mudar para melhor!!!
Já pensou em criar um novo visual, trocar a mobília da casa, fazer uma nova lua de mel (sem os filhos, claro), pois estes tiram muitas das vezes a liberdade do casal. Então, por que não curtir a vida a dois? Já imaginou reconquistando seu amor, como você fez em outrora?
Estes meios servem para renovar o relacionamento criando vínculos mais intensos, fazendo do momento uma grande expectativa, uma novidade. Nesse intermédio tudo renasce, floresce e aquilo que tornou monotonia, passa-se a ser um ego satisfatório e positivo, pois o casal vivencia uma renovação de conquistas, criatividades, planos e surpresas.
E o principal: como se fosse cúmplice de um divórcio, a vida é renovada, portanto é carregado consigo os filhos do casamento passado mais os vindouros. A melhor parte? Essa carrega toda a pensão do passado.
Enfim, casamento é a luta pela convivência; o percurso que, se souber dosar ciúmes, amigos, trabalho, parte financeira, estudos, filhos e muitos outros nos leva ao caminho da felicidade.

Texto: Merari Tavares
Desenvolvido por: Cantinho Kawaii | Base de Menu: Mundo Blogger | Cabeçalho: Elaine Gaspareto.