7

LEITORES 30 MINUTOS COM UM ESTRANHO

LEITORES 30 MINUTOS COM UM ESTRANHO

29/01/2014

RESENHA – MINHA NAMORADA VIRTUAL

RESENHA – MINHA NAMORADA VIRTUAL



Autora): Merari Tavares
Páginas: 105

Editora: Garcia edizioni

SINOPSE:

      Minha Namorada Virtual é um livro em que envolve uma história romântica de dois jovens que se conhecem pela internet.
     Quem nunca conversou ou conheceu alguém pela internet e, até mesmo chegou a dizer que estava namorando virtualmente? Quando os colegas lhe perguntaram: “Você namora?”, respondeu algum dia: “Sim, namoro. Conheci um rapaz pela internet. Conversamos todos os dias pelo MSN e até pelo telefone. A voz dele é tão linda...”.
    Será que você nunca vivenciou uma cena dessas?!
Até mesmo você, que é casado (a), nunca ficou tentado (a) em acessar um site de bate-papo  e teclar com alguém?
 Imagino que sim, pois muita das vezes, a internet nos faz cosquinhas e a emoção fala mais alto.
Muito bem! No livro Minha Namorada Virtual, você irá presenciar e vivenciar  cenas emocionantes, desafios em que os personagens enfrentarão. Você identificará no decorrer da história, cenas muito comuns do nosso cotidiano. Muitas das vezes as aflições, imprevistos, falhas são necessárias para que acertemos e não cometamos o mesmo erro.
 Fred é um garoto de dezoito anos, que se formou em análise de sistemas, e, está prestes a conquistar o seu primeiro amor. Ele acaba conhecendo Kate em um bate-papo da UOL. Faz de tudo para ela notar que está perdidamente apaixonado. Os meses passam e eles começam a namorar, mas num certo dia Fred vai à balada e embebedado troca alguns beijos calientes com outra garota. Kate que passava por lá, presencia a cena. Eles têm uma discussão e terminam o namoro. Com isso Fred segue o conselho de seu amigo e vai tirar umas férias em Londres. E agora, como ficará o romance deles?
 Acompanhando-o, você vai sentir o gosto de muita aventura e romance criada por Merari Tavares, que sabe como ninguém, inventar histórias em que não faltam emoção e suspense.


“[...] Beijos que se tornaram um truque adorável que a natureza criou para interromper a conversa, quando as palavras se tornam supérfluas.”


O livro conta a história de Fred, um homem que está se formando e que no momento pensa apenas nos negócios, trabalhar, etc... Depois de formado Fred monta seu próprio local de trabalho, em um desses dias ele aproveita que não tem muito cliente e entra no MSN e começa a conversar com uma garota misteriosa, ela se apresenta, se chama Kate e a partir desse dia os dois passam a conversar.

Até que Fred resolve convidar Kate para sair, depois que eles saem pela primeira vez, eles começam a sair mais vezes até que Fred resolve pedir Kate em namoro e ela aceita. Depois disso acaba acontecendo muitas coisas na história que são coisas importantes (que não posso citar hihi).

Livro pequeno e de fácil leitura. Mostra a realidade de alguns namoros ao meu ponto de vista, principalmente pelo fato que a história dos dois foi bem rápida, tudo aconteceu muito rápido. Ainda você vai encontrar na história aquele amor que gosta de demonstrar para todos que realmente ama a outra pessoa, vai encontrar traição, suas consequências, coisas que estamos sempre vivenciando no nosso dia a dia, se não no seu, mas no de alguém que talvez você conheça.

“[...] Mas Fred, preste atenção: cuida-te quando fazes chorar uma mulher, pois Deus conta as suas lágrimas. A mulher foi feita da costela do homem, não dos pés para ser pisada, nem da cabeça para ser superior, mas sim, ao lado para ser igual, debaixo do braço, para ser protegida e do lado do coração para ser amada.”





Uma coisa que aconteceu bastante quando a internet passou a ser algo de fácil acesso, foram os namoros virtuais, eu não posso dar minha opinião exatamente sobre isso porque nunca namorei assim, mas algumas pessoas dizem que é bom assim como outras dizem que não é legal. E acho que o livro mostrou o lado bom desse namoro. Recomendo sua leitura e espero que gostem.

Desenvolvido por: Cantinho Kawaii | Base de Menu: Mundo Blogger | Cabeçalho: Elaine Gaspareto.